Saúde e DDHH
28/06/2013
Redes estaduais e municipais vão paralisar as atividades em 11 de julho, Dia Nacional de Lutas convocado pelas Centrais Sindicais

A assembleia unificada das redes estadual e municipal de educação do Rio de Janeiro realizada nesta quinta-feira (dia 27 de junho) decidiu pela participação dos profissionais das redes estadual e municipais no Dia Nacional de Luta, em 11 de julhoconvocada pelas centrais sindicais e em todas as atividades e atos programados pelas entidades representativas dos trabalhadores neste dia.

A decisão foi tomada em  assembleia realizada da ACM, que contou com a participação de mais de 500 profissionais de educação das redes estadual e municipal que, ontem, fizeram uma paralisação de 24 horas para marcar o Dia Nacional de Luta pelas reivindicações dos trabalhadores. Na assembleia, foi realizado um minuto de silêncio contra a violência da PM na comunidade da favela Nova Holanda, que resultou em 9 mortes.

Depois da assembleia, a categoria se juntou à passeata que reuniu milhares de trabalhadores e saiu da Candelária até a Cinelândia, passando depois pela sede da Fetranspor (Federação das Empresas de Transporte) e depois se dirigiu para as escadarias da Alerj para protestar e exigir que os governos estadual, federal e municipais atendam as reivindicações dos trabalhadores.

Também no dia 11 de julho ocorrerá uma assembleia unificada no auditório da ACM (Rua da Lapa, nº 86), às 11h. Em seguida, participaremos de uma passeata, com concentração na Candelária a partir das 15h.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450