Saúde e DDHH
12/12/2007
Rede municipal: Direção do Sepe orienta categoria a boicotar o Provão na sexta-feira (dia 14/12)

A direção do Sepe se reuniu ontem e aprovou que os profissionais das escolas municipais do Rio devem boicotar a avaliação (provão), que será realizado na próxima sexta-feira (dia 14/12).

Veja por que a categoria não deve se submeter ao autoritarismo da SME e aplicar a avaliação:

Com a aprovação pela Câmara de Vereadores do projeto de lei 231 que derrubou a resolução 959, cai também a obrigatoriedade da aplicação do “Provão” do município, prevista para o dia 14. Em nosso entendimento, esse provão está totalmente fora dos preceitos da avaliação continuada, tão defendida pela SME. Na avaliação continuada, o acompanhamento do aluno é cotidiano. É a observação do desenvolvimento global do aluno.

Contudo, a SME agora insiste no tal provão. Uma prova única; e o pior: uma prova subjetiva, onde a criança precisa marcar os cartões de resposta, após ter assinalado as múltiplas escolhas. Mais uma incoerência dessa secretaria. Na verdade, o tal provão visa avaliar cada escola individualmente para depois cobrar o desempenho delas. Como sempre, tenta-se culpar os profissionais de educação pelo abandono da educação pública pela prefeitura.

Por tudo isso, o Sepe conclama a categoria a dar um grande “Não” ao provão, que a prefeitura pretende fazer ao apagar das luzes do ano letivo.

Um ano em que ficou explícito que não existe a mínima preocupação da SME com a qualidade da educação que oferecemos; um ano em que ficou clara a postura ditatorial com que o prefeito César Maia governa.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450