Página Inicial História Estrutura Jurídico Sindicalização Estatuto
Ouvidoria EAD
Saúde e DDHH
Fale com o Sepe
20/05/2020
Sepe se solidariza com família de adolescente vítima de mais uma ação policial em São Gonçalo

O Sepe vem a público expressar o seu repúdio contra a política de segurança em vigor no Rio de Janeiro, responsável por mais uma operação policial que resulta em morte de inocentes. Desta vez, o adolescente João Pedro Mattos (14 anos) foi morto enquanto brincava na casa de um parente, durante uma ação de agentes das Polícias Federal e Civil no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na segunda-feira (18).

Testemunhas relataram que o jovem brincava com outras crianças na casa de um parente, quando os policiais invadiram o imóvel e o atingiram com um tiro na barriga. Os agentes envolvidos alegaram um confronto com supostos traficantes no momento em que ocorreu a tragédia. Infelizmente, João Pedro entra numa estatística macabra de pessoas mortas dentro de favelas ou bairros da periferia vítimas de ações violentas e, na maioria das vezes, não justificadas.

Mais uma vez, ao invés de se somar à luta da população contra um vírus novo e mortal que agora se volta para atacar as comunidades mais carentes e provocando o aumento do número de casos e da mortalidade, o governo estadual, através das suas forças de segurança, faz uso de força desproporcional e da violência para invadir favelas e espalhar a morte entre os seus habitantes. Como se não bastasse a preocupação e o medo da Pandemia do novo coronavírus e das suas consequências catastróficas na economia, os trabalhadores que moram nas favelas e na periferia tem que passar sua vida acuados e amedrontados em meio a uma guerra sem trégua provocada pela truculência e ineficiência das forças policiais.

Na semana passada, o Sepe-RJ se juntou à diversas entidades e lideranças comunitárias para expressar nossa condenação à outra ação policial violenta que redundou na morte de 13 pessoas no Complexo do Alemão - leia a nota do Sepe. Hoje, estamos aqui de novo para condenar a política de segurança inconsequente do governo estadual que tanto tem ceifado a vida de jovens e adolescentes favelados. Assim, exigimos que as Polícias Civil e Federal investiguem e punam os responsáveis pela morte de João Pedro, mais um jovem que teve seus sonhos e anseios tolhidos pelas armas daqueles que tem como missão prioritária proteger e servir a população.

SEPE RJ – SINDICATO ESTADUAL DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO
  

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450