Saúde e DDHH
17/02/2020
Rede municipal de Cabo Frio volta ao trabalho, mas mantém estado de greve
Nesta sexta-feira (14/02), profissionais da educação da rede municipal de Cabo Frio se reuniram mais uma vez para decidir em assembleia os rumos do movimento grevista. Foi decidido por votação quase unânime, com apenas uma abstenção, pelo retorno ao trabalho, com o fim da greve. No entanto, a categoria também decidiu manter o estado de greve, condição política em que o sindicato mantém os governantes avisados quanto à possibilidade de que, a qualquer momento, a categoria poderá deflagrar uma nova greve. Essa decisão se deu devido ao fato de que a prefeitura não pagou tudo o que deve ao funcionalismo da educação. E como se não bastasse, o prefeito ainda tem mentido reiteradamente, afirmando nas redes sociais que a prefeitura não possui "mais nenhum déficit financeiro" com a categoria.
 
O Sepe Lagos orienta toda a sua base que se permaneça mobilizada e em luta pelos demais direitos que têm sido negados pelo governo Adriano Moreno. Algumas das pendências e demandas que a prefeitura se nega a sanar são: a isonomia para os profissionais contratados, a convocação de todos os aprovados no concurso de 2009, a realização de novo concurso, a necessária concessão de Gratificação por Lotação Prioritária (GLP) priorizando os profissionais efetivos na escolha dessas horas extras, o pagamento de adicional de risco de vida, a creditação, dentro do prazo, dos nossos vales-transportes, o pagamento imediato dos 35% do décimo terceiro salário de 2016 aos aposentados, o pagamento imediato do retroativo de junho, julho e agosto de 2019 aos aposentados, dentre muitas outras questões.

Veja o informe completo e as deliberações da assembleia da categoria no dia 14/2 pelo link abaixo:

http://blogsepelagos.blogspot.com/2020/02/cabo-frio-educacao-volta-ao-trabalho.html

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450