Saúde e DDHH
08/01/2020
Matrículas na rede estadual: Responsáveis reclamam de falta de vagas próximas às suas residências

Os responsáveis por alunos da rede estadual, que estão tentando matricular seus filhos em escolas localizadas nas proximidades das suas residências como determina a lei, estão encontrando dificuldades para encontrar vagas. Ontem,  (dia 7/1), o telejornal RJ TV 1 (TV Globo) veiculou matéria que denuncia o problema e mostra a peregrinação dos responsáveis pelas escolas e Metropolitanas da SEEDUC em busca de solução para o problema.

Todos os anos, este tipo de problema se repete, mesmo com as críticas de responsáveis e profissionais de educação contra a falta de uma política do governo estadual de construção de novas escolas e abertura de turmas para acolher o número de alunos que demandam por matrículas em escolas localizadas em áreas mais próximas das suas residências, como determina a lei. Segundo o RJ TV, na hora de realizar a pré-matrícula os candidatos devem apontar três escolas da sua preferência. Mas neste ano, mais de 50 mil alunos não conseguiram vaga em nenhuma das opções; somente em escolas localizadas em regiões distantes dos seus domicílios.

A matéria também ouviu a Comissão de Educação da Alerj, e o deputado Flávio Serafini (PSOL), presidente da Comissão explicou que a SEEDUC tem que garantir escola para os alunos. Segundo ele, 70% dos adolescentes que são assassinados tem em comum o fato de estarem afastados da escola. O secretário de Educação, Pedro Fernandes, também foi entrevistado e admitiu que algumas turmas só retomarão as aulas em março e as vagas deverão começar a aparecer no sistema só na segunda fase da matrícula. 

Veja a reportagem completa pelo link abaixo:

https://tinyurl.com/yztr582k

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450