Saúde e DDHH
12/03/2019
Profissionais da educação da rede municipal do Rio fazem assembleia dia 23 contra a precarização do trabalho

Vejam o que atinge os profissionais da educação da rede municipal do Rio de Janeiro: dos salários sem ganho real ao trabalho precarizado; da falta de estímulo à formação às mudanças previdenciárias. Com isso, o descontentamento é grande com a desvalorização e a falta de autonomia pedagógica. Só com muita luta defenderemos nossos direitos. No dia 23 de março, no auditório 11 da UERJ, às 10h, ocorrerá assembleia da rede.

A seguir, os principais eixos da luta de professores e funcionários, complementados por uma extensa pauta de negociação:

1) Contra a Reforma da Previdência!

2) Calendário de pagamento de aposentados, pensionistas e ativos nos 1º e 2º dias úteis!

3) Pela valorização salarial com uma política de ganho real!

4) Pela implementação imediata do 1/3 de atividade extraclasse!

5) Pela valorização do funcionário de escola: concurso e jornada de 30h!

6) Pela correção da escolaridade e transformação do AEI em cargo de magistério!

7) Pelo respeito à paridade e contra a taxação dos aposentados e pensionistas!

8) Enquadramento já da formação dos funcionários!

9) Pela convocação imediata dos concursados!

10) Em defesa do intervalo entre as aulas para estudantes e professores!

11) Contra as perseguições políticas!

Leia e baixe o boletim da rede.

CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO

14/03 – participação no ato Justiça para Marielle e Anderson, às 17h, na Cinelândia.

10 a 21/03 – realização de assembleias locais.

22/03 – Dia Nacional de Luta contra a reforma da Previdência.

23/03 – Assembleia da rede municipal do Rio - auditório 11 da UERJ.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450