Saúde e DDHH
19/02/2019
Contra a reforma da previdência: ato no Largo da Carioca nesta quarta (20)

Nesta quarta, dia 20, no Largo da Carioca, às 15h, as centrais sindicais, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo realizam o Dia Nacional de luta em defesa da previdência pública e contra a reforma da previdência. Os profissionais de educação vão participar da mobilização.

O governo federal divulgou na quinta-feira passada (15/02) parte das propostas para a reforma da previdência; as propostas são mais duras que o texto final do projeto enviado pelo ex-presidente Michel Temer e que foi arquivado por falta de apoio.

A nova proposta de reforma atinge o “regime especial” de aposentadoria do magistério: a aposentadoria seria igual para professores e professoras, ambos se aposentando aos 60 anos. Atualmente, a professora pode se aposentar com 30 anos de contribuição e 55 anos de idade; e o professor com 35 anos de contribuição e 55 anos de idade.

Como regra geral, o governo propõe idade mínima de 65 para homens e 62 para mulheres se aposentarem. As idades são as mesmas propostas por Temer, mas o período de transição da nova proposta é de 12 anos, portanto menor do que o de Temer, de 20 anos. Isso prejudica mais os trabalhadores porque as novas regras para se aposentar ficariam mais rígidas em período mais curto. Dessa forma, os mais prejudicados serão os que ganham menos, tem uma expectativa de vida mais baixa, entram no mercado mais cedo e em profissões que exigem mais esforço físico.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450