Saúde e DDHH
26/06/2018
4 FERIDOS PELA PM NA REPRESSÃO A SERVIDORES MUNICIPAIS DO RIO

Pelo menos 4 profissionais de educação da rede municipal do Rio tiveram que ser atendidos no pronto socorro do Souza Aguiar devido principalmente a ferimentos por balas de borrachas disparadas pela PM, de modo indiscriminado e muitas vezes à queima roupa, no entorno da Cinelândia, nesta terça, dia 26.

Um professor foi preso no início da tarde. O Dpt. Jurídico do Sepe acompanha o caso.

Os servidores protestam contra a votação do PL 59 que taxa os servidores aposentados do município do Rio e cuja segunda votação está prevista para ocorrer a qualquer momento na Câmara de Vereadores.

O Sepe repudia a brutalidade e truculência da PM na repressão aos servidores municipais, que estão lutando por seus direitos e contra a taxação que o prefeito Crivella quer implementar aos aposentados.

Os servidores apelam aos vereadores que não aprovem em segunda votação o PL 59 e voltem a negociar com o funcionalismo.

Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450