Saúde e DDHH
16/04/2010
Ao invés de dar condições de trabalho, SME reprime professores em escola apedrejada

Os professores e funcionários da Escola Municipal José Veríssimo continuam sem dar aulas desde quarta-feira, quando foi apedrejada pelos próprios alunos. Os profissionais exigem que a Secretaria Municipal de Educação (SME) dê garantias de segurança para voltarem ao trabalho. Mas ao contrário de discutir os problemas com a comunidade escolar, a 3ª Coordenadoria Regional de Educação, subordinada à SME, colocou seis novos professores na escola para substituir os que estão parados. Esses novos professores tentaram dar aula para os poucos alunos que estavam hoje na escola.

 

Uma comissão de pais e responsáveis dos alunos acompanhou o Sepe e os professores hoje na ida ao MP hoje. Pais e responsáveis estão passando um abaixo-assinado em apoio às reivindicações dos professores, que pretendem manter a escola sem aulas na segunda-feira. Nesse dia, a comunidade escolar realizará reuniões nos turnos da manhã e da tarde para debater a situação. O Sepe acompanha o caso desde o inicio e repudia a atuação da SME no caso. O momento é de extrema tensão e não será com ameaças e repressão que a secretaria vai resolver o problema.
Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ
Endereço: Rua Evaristo da Veiga, 55 - 8º andar - Centro - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 2195-0450